CPE do Instituto Federal se reunirá para planejar os trabalhos

Será a primeira reunião desde a constituição da CPE aprovada pela Câmara Municipal por meio do projeto de resolução nº 01/2017, de autoria do vereador Pastor Rudynei.

Publicado em: 19 de maio de 2017

Objetivo é viabilizar a transformação da unidade de Tupã em campus pleno

 

A Comissão Parlamentar Especial (CPE) para desenvolver um trabalho junto aos órgãos competentes para que haja a transformação do Instituto Federal de Tupã em campus pleno se reunirá amanhã, dia 4, para elaborar o planejamento dos trabalhos. Será a primeira reunião desde a constituição da CPE aprovada pela Câmara Municipal por meio do projeto de resolução nº 01/2017, de autoria do vereador Pastor Rudynei.

A CPE é composta pelos seguintes vereadores: presidente, Pastor Rudynei Monteiro; vice-presidente, Renan Pontelli; relator, Paulo Henrique Andrade. O objetivo é apresentar e receber sugestões, ouvir a comunidade, convidar autoridades e pleitear mais investimentos nos Institutos Federais do Brasil e a elevação do Instituto Federal de Tupã em campus pleno.

O presidente da CPE, Pastor Rudynei, destacou que estudos preliminares realizados atestam que Tupã tem todas as condições exigidas pelo Ministério de Educação para que o Instituto Federal, atualmente na categoria campus avançado, possa ser transformado em campus pleno.

Segundo o vereador Pastor Rudynei, a transformação do Instituto Federal em campus pleno possibilitará mais investimentos no município. “Atualmente, o orçamento é de aproximadamente R$ 500 mil e triplicaria com a mudança para pleno. Outro fator positivo seria o aumento do número de professores que ficaria entre 70 e 90, sendo que atualmente é de 20”, informou.

Com a mudança para campus pleno, o número de cursos aumentaria. “Teríamos um aumento considerável no número de cursos que iriam de mestrado profissional às licenciaturas e engenharia em geral. Caso o número de alunos fique entre 1.200 a 1.400, a previsão é de que o orçamento da unidade de Tupã chegue a R$ 3.500.000,00, projetando-se dessa forma uma considerável injeção de valores na nossa economia”, destacou.

O vereador Pastor Rudynei disse ainda que os membros da CPE estão otimistas com o início dos trabalhos. “Estamos confiantes ao iniciarmos esse trabalho, pois o número de campos avançados no Estado de São Paulo é pequeno. Segundo os técnicos, Tupã tem condição de ser elevada à categoria de pleno, pois atende às duas principais exigências: tem espaço físico suficiente e grande demanda de cursos, sendo considerada inclusive pelo MEC como grande centro acadêmico”, observou. 


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email