Capitão Neves propõe homenagem ao saudoso Innocente Chiaradia

Por meio da indicação nº 615/2018, aprovada pela Câmara Municipal, o vereador Capitão Neves sugeriu ao Poder Executivo que preste homenagem ao saudoso Innocente Vergínio Chiaradia.

Publicado em: 06 de setembro de 2018

Por meio da indicação nº 615/2018, aprovada pela Câmara Municipal, o vereador Capitão Neves sugeriu ao Poder Executivo que preste homenagem ao saudoso Innocente Vergínio Chiaradia, dando seu honrado nome a uma rua, praça ou espaço público, como forma de reconhecimento pelo muito que o mesmo fez pelo nosso município.

O vereador Capitão Neves explicou que Innocente Chiaradia possui um currículo extenso de trabalho e realizações em prol de Tupã. “Desde os seus primeiros dias como tupãense o Innocente Chiaradia, sem prejuízo de suas atividades funcionais, passou a dispensar toda sua competência, experiência e dedicação às iniciativas dos mais diversos segmentos”, comentou.

Innocente Chiaradia faleceu, no dia 15 de junho de 2016, aos 86 anos. Filho de Pedro Chiaradia e de Oliva Lunardi Chiaradia, nasceu no dia 8 de março de 1930, em Botucatu. Em 1949, concluiu o Curso de Técnico em Contabilidade, na Escola Técnica de Comércio Nossa Senhora de Lourdes. Em sua juventude, mais precisamente de 1948 a 1950, gerenciou a Empresa Gráfica Botucatu e foi redator/secretário do jornal Folha de Botucatu, de propriedade do seu pai. Na área jornalística, participou da cobertura das Sessões do Legislativo de Botucatu.

Dono de um extenso currículo, Innocente era fiscal de rendas aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, foi fundador da firma Empreendimentos Ápis Ltda., administradora do Fundo Ápis, o primeiro consórcio comercial do Brasil, foi um dos fundadores e o primeiro presidente da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura, mantenedora da Faculdade de Direito da Alta Paulista. Também foi o idealizador do Sistema Garavelo Participações Imobiliárias, embrião do Fundo de Investimento Imobiliário instituído pelo Governo Federal. Em 1972, Innocente se elegeu com expressiva votação e se tornou um dos mais destacados vereadores que integraram a Câmara Municipal de Tupã.

Dentre as atividades classistas e comunitárias do homenageado estão: associado do Rotary Club de Tupã, tendo exercido todos os cargos do Conselho Diretor daquele renomado Clube de Serviços, sendo ele sócio honorário; um dos fundadores, em 1967 e 1970, respectivamente, da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios e do Sistema Nacional dos Administradores de Consórcios, dos quais foi vice-presidente durante vários anos; coordenador do grupo designado pelas duas entidades para assessorar o Ministério da Fazenda na primeira regulamentação dos consórcios no Brasil; diretor da Associação Brasileira dos Plantadores de Seringueiras, em 1971 e alguns anos seguintes; representante da Associação Comercial e Industrial de Tupã na Comissão de Ação Empresarial da Confederação das Associações Comerciais do Brasil, em 1981 e 1982; participante de Instituições Católicas, como o Encontro de Casais com Cristo (ECC), tendo colaborado com a implantação desta instituição até em Manaus; cursilho de Cristandade e Movimento Familiar Cristão, e membro por vários anos do Conselho Paroquial da Igreja Matriz da Paróquia de São Pedro Apóstolo.

Em agosto de 2012, a Câmara Municipal, por meio de um decreto legislativo de autoria do vereador Valdemar Manzano, o concedeu o título de Cidadão Tupãense. Já, em 2015, Inocente foi homenageado no XV Fórum de Debates para o Desenvolvimento de Tupã.

“Para que essa história se perpetue em nosso município, estamos propondo essa homenagem. Esperamos que a Prefeitura de Tupã atenda essa nossa indicação que busca homenagear uma pessoa ilibada que infelizmente não está mais entre nós, mas o seu legado é um exemplo para todos os tupãenses”, disse o vereador Capitão Neves.

 


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email