Tupã comemora os 500 anos da Reforma Protestante

Os 500 anos da Reforma Protestante foram lembrados durante sessão de entrega de homenagem na Câmara Municipal, realizada na noite desta terça-feira, dia 31.

Publicado em: 07 de novembro de 2017

Os 500 anos da Reforma Protestante foram lembrados durante sessão de entrega de homenagem na Câmara Municipal, realizada na noite desta terça-feira, dia 31. O vereador Pastor Eliézer de Carvalho é o autor da Moção nº 435/2017 que homenageou os pastores de Tupã. O ato também atendeu a Lei Municipal nº 31/2003, de autoria do vereador Augusto Fresneda Torres, “Ninha”, que instituiu no Calendário Oficial do município “O Dia Municipal da Reforma Protestante”.

O ato solene contou com a presença dos vereadores Pastor Eliézer de Carvalho, Cabo e Pastor Castilho, Alexandre Scombatti e “Ninha” Fresneda, além do vice-prefeito Caio Aoqui e dos secretários municipais Cláudio Zopolato, Moacir Monari, Mauro Guerra e Telma Tulim.

O reverendo Valter de Souza, da Igreja do Evangelho Quadrangular, iniciou o ato solene com leitura bíblica e oração. Em seguida, o pastor Paolo Freitas, da 1ª Igreja Batista de Tupã, fez uma reflexão histórica sobre a Reforma Protestante. O pastor da Igreja Presbiteriana Independente, Thiago Gigo Pereira, também falou sobre os 500 anos da Reforma Protestante.

O evento contou com a presença de 30 pastores de diversas denominações evangélicas. “A Reforma Protestante foi uma grande revolução religiosa que ocorreu no século XVI, liderado por Martin Lutero na Alemanha. Fato esse que marcou o Cristianismo”, destacou o vereador Pastor Eliézer.

Nascido em 10 de novembro de 1483, em Eisleben, na Alemanha, Martinho Lutero foi o idealizador da Reforma Protestante. Lutero foi professor universitário em Witterberg, cidade onde residia e casou-se com a jovem Catarina de Bora, companheira por toda a vida. Além de sua formação acadêmica e religiosa, havia passado por fortes experiências espirituais, que o haviam levado a uma conversão genuína. O marco do movimento foi 31 de outubro de 1517, dia em que Lutero pregou suas teses protestando contra uma série de pontos da doutrina da igreja da época.


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email