Tiago Matias pede esclarecimentos à Energisa sobre aumento de conta dos consumidores tupãenses

Empresa tem 15 dias para explicar para vereadores aumento nas contas de luz

Publicado em: 06 de fevereiro de 2019

A Energisa terá 15 dias para explicar aos vereadores e à população de Tupã o motivo do aumento significativo nas contas de energia dos consumidores. A Câmara Municipal aprovou o requerimento do vereador Tiago Matias que solicita esclarecimentos da empresa. O parlamentar recebeu inúmeras reclamações de consumidores que tiveram, em alguns casos, suas contas triplicadas no início deste ano.

Lido e aprovado por unanimidade, o requerimento, encaminhado pelo parlamentar Tiago Matias, respeita a lei de concessão de serviços públicos que ressalta o direito dos usuários de receber esclarecimento público referente à prestação do serviço, sob pena de comunicação ao órgão ministerial competente.

“Recebi diversas reclamações a respeito da alta nas contas de energia, em que na maioria das reclamações o consumo continuava parecido com o dos meses anteriores, mas os valores eram o dobro, ou o triplo, do que era pago nos meses anteriores também. Como os números não batem, decidi encaminhar esse requerimento para que a Energisa possa explicar à população essa diferença significativa”, destacou.

O vereador disse que vai tentar o diálogo primeiro, mas caso necessário, solicitará a Casa de Leis a abertura de uma CPE (Comissão Parlamentar Especial) para investigar o problema. "Antes de fazer uma CPE, sou defensor do diálogo. A Energisa tem um prazo de 15 dias para responder ao requerimento, que foi aprovado por unanimidade na Câmara, e caso a população ainda fique com dúvidas, abriremos uma CPE para investigar essas contas de energia e também cobraremos nossos deputados estaduais e federais, para que os mesmos entrem em contato com o ANAEL e tentem solucionar esse problema", declarou.

O parlamentar ainda disse que não concorda com o aumento nas contas enviadas pela concessionária. “A realidade do nosso país é que muitas famílias sobrevivem com apenas um salário mínimo e praticamente estão trabalhando para pagar as contas de energia, pessoas que nem sequer tem ar-condicionado em casa estão pagando valores exorbitantes. Não podemos trabalhar o mês inteiro só para pagar a conta de luz. E vale lembrar que essas informações servirão como prestação de contas à população, fazendo valer o respeito à lei da transparência, sobre as taxas e tarifas pagas pelos contribuintes à empresa”, salientou.

Consumidores

De acordo com o empresário Evandro Prata Borim, a fatura de energia elétrica em sua residência teve aumento de 275%, passando de R$ 96,00 para R$ 360,00 no último mês e o problema também chegou a sua empresa, com aumento significativo de 150%. “Na minha casa só moram eu e a minha noiva. Gastamos um pouco mais com ar-condicionado, mas só no período da noite. A temperatura usada é a mesma de antes e o consumo não mudou quase nada, ou seja, não existe um motivo para tamanha diferença de valores. Na minha empresa é a mesma coisa, a conta de energia subiu 150% em relação ao mês anterior”, destacou o empresário.

Evandro contou ainda que conhece outras pessoas com o mesmo problema na fatura de energia elétrica e até a sua empresa sofreu aumento significativo na conta do último mês. “Conversando com alguns amigos, foi descobrindo que não era o único com o valor abusivo na fatura de energia elétrica. Conheço pelo menos oito pessoas que estão enfrentando o mesmo problema”, completou.

Na residência do segurança José Barbosa, o aumento na conta de energia elétrica foi de 256%. Ele disse que paga, em média, R$ 80,00 em sua conta de energia elétrica. Mas, no último mês, a fatura foi de R$ 285,45. “Não fica ninguém em casa durante o dia e neste mês veio esse absurdo”, destacou em sua rede social.


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email