Telma Tulim propõe que parques infantis sejam cercados

A vereadora Telma Tulim sugeriu ao prefeito que cerque os parques infantis, bem como a realize a troca dos tanques de areia e faça a regular manutenção para impedir contaminações.

Publicado em: 28 de maio de 2019

Objetivo é evitar a contaminação da areia

 

Preocupada com a saúde das crianças que brincam nas praças de Tupã, a vereadora Telma Tulim sugeriu ao prefeito que cerque os parques infantis, bem como a realize a troca dos tanques de areia e faça a regular manutenção para impedir contaminações.

Diante de atuais relatos de munícipes que tiveram seus filhos contaminados com a larva “migrans cutâneos”, também conhecida como “bicho geográfico”, ao brincar em caixas de areia dos parquinhos em nosso município, a vereadora Dra. Telma apresentou a indicação nº 312/2019 solicitando a efetiva troca de areia e a manutenção dos parques infantis.

Segundo a vereadora Dra. Telma, se os parques infantis não receberem os devidos cuidados, além do bicho geográfico, poderão causar doenças como hepatite, toxoplasmose, leptospirose, alergia de pele e respiratória, inúmeras verminoses, indisposição intestinal (infecção) e até contaminação visual por bactérias.

Por outro lado, a areia pode ser uma grande aliada na segurança das crianças, pois além de estimular o desenvolvimento, é ótima na absorção de impactos, mas tudo depende do tipo de areia selecionada para os parquinhos e também de cuidados importantes a serem tomados. “Para parques infantis, o ideal é a utilização de areia tratada, seu diferencial é que é feita à base de sílica, recebendo um tratamento especial através do processo de queima. Ela, então, é totalmente antialérgica e atóxica”, explicou.

A vereadora Dra. Telma ressaltou que o tamanho do grão também é importante, já que grãos muito finos podem ser aspirados com mais facilidade. Então, o ideal é selecionar uma areia com granulometria mais grossa, uma areia média. Segundo ABNT – NBR 6502/95, a areia média é aquela que tem entre 0,2 e 0,6 mm. “Para a efetiva absorção de impactos, deve-se ter um tanque com altura de 30 cm, no mínimo. Isso não garante que não aconteçam lesões, mas previne algo mais sério em caso de quedas, o que costuma ser cotidiano nas brincadeiras”, comentou.

Para assegurar a qualidade desta areia e evitar a contaminação, bastam algumas medidas, sendo elas: garantir que o tanque de areia conte com um sistema de drenagem para impedir que o material fique excessivamente úmido e até empoçado, principalmente em dias de chuva; revolver (mexer) a areia, do fundo do tanque para a superfície, com certa frequência; e colocar proteção ao redor do tanque – como telas, por exemplo – para evitar o acesso de animais.


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email