Pastor Eliézer homenageia empresas parcerias da 2ª edição do Casamento Comunitário

Durante ato solene realizado no dia 4 de julho, o presidente da Câmara Municipal, Pastor Eliézer de Carvalho, homenageou as empresas parcerias que colaboraram com a segunda edição do Casamento Comunitário.

Publicado em: 16 de julho de 2019

Durante ato solene realizado no dia 4 de julho, o presidente da Câmara Municipal, Pastor Eliézer de Carvalho, homenageou as empresas parcerias que colaboraram com a segunda edição do Casamento Comunitário, que ocorreu no dia 25 de maio. Cada parceiro recebeu a moção de congratulações de autoria do vereador, aprovada por unanimidade pelo Poder Legislativo.

A cerimônia contou com a presença do prefeito Caio Aoqui, da secretária municipal de Assistência Social, Patrícia Fernandes, e dos casais que oficializaram o matrimônio no Casamento Comunitário.

Os homenageados foram: Secretaria Municipal de Assistência Social, RR Eventos e Cerimonial (Roseli e Rubens), Loja de Noiva e Festa (Verlaine Martins), Buffet Mansão Noivas e Festas (Vanessa Martins), Floricultura Santa Lourdes, Stellitas Artes e Decorações (Nayara Nakamura), TV Cabo Tupã, Barbearia Jean Pako), Vison Color Formaturas e Eventos, juiz de Paz Sérgio Bindilatti, Cartório Civil, cantora Thaís Fonseca e Sindicato dos Empregos no Comércio de Tupã e Região (Sincomerciário).

O presidente da Câmara Municipal, Pastor Eliézer de Carvalho, é o autor da lei municipal nº 4.850, que institui o “Dia do Casamento Comunitário” no calendário oficial de datas e eventos da estância turística de Tupã, comemorado anualmente no último sábado do mês de maio.

Além de entregar a moção para as empresas parcerias, Pastor Eliézer entregou o quadro oficial da segunda edição do Casamento Comunitário, as fotos e filmagens do evento para os 10 casais. “Agradecemos cada empresa parceria que fez do Casamento Comunitário um verdadeiro sucesso. Foi um dia especial para os noivos e seus familiares. Desejamos que a oficialização da união matrimonial traga muitas alegrias aos casais”, disse.

O objetivo do “Dia do Casamento Comunitário” é promover a proteção da família e a inclusão social por meio da regularização do estado civil e religioso dos casais em situação de hipossuficiência conforme previsto no artigo 226 da Constituição Federal no parágrafo único do artigo 1512 do CC que assegura que a habilitação para o casamento, o registro e a primeira certidão serão isentos de selos, emolumentos e custas para as pessoas cuja pobreza seja declarada sob as penas da lei.


Cadastre-se e receba notícias em seu email