Câmara Municipal realiza ato solene em comemoração aos 502 anos da Reforma Protestante

Em cumprimento a lei municipal 4.062/2003, a Câmara Municipal de Tupã realizou, no dia 17 de outubro, o ato solene em comemoração aos 502 anos da Reforma Protestante.

Publicado em: 23 de outubro de 2019

Em cumprimento a lei municipal 4.062/2003, a Câmara Municipal de Tupã realizou, no dia 17 de outubro, o ato solene em comemoração aos 502 anos da Reforma Protestante. A cerimônia contou com a presença de pastores, fiéis e autoridades do município.

A mesa honra foi composta pelo presidente da Câmara Municipal, Pastor Eliézer de Carvalho, prefeito Caio Aoqui, presidente do Conselho dos Pastores, Pastor Eliseu Patrício e líder do movimento “A Gente é Crente”, Eduardo Trindade.

Estiveram presentes no ato solene os vereadores Augusto Fresneda Torres, “Ninha”, Alexandre Scombatti, Cabo e Pastor Castilho, Charles dos Passos, Israel Veloso, “Tutu”, e Paulo Henrique Andrade.

O pastor da Igreja Presbiteriana Independente, Thiago Gigo Pereira, fez uma exposição sobre o contexto histórico da Reforma Protestante.

Autor do projeto de lei que oficializou a celebração da data no município, o vereador Augusto Fresneda Torres, “Ninha”, explicou que o objetivo da criação da lei foi inserir a data da Reforma Protestante no calendário de eventos do município. “Os reformadores garantiram que os leigos tivessem acesso a Bíblia. Foi uma data que mudou a história da humanidade”, disse.

Já o vereador Alexandre Scombatti destacou a importância da base cristã na construção do indivíduo. “Sou filho de cristão, meu pai foi presbítero. Meu pai não deixou grandes obras ou terras, mas ele deixou o legado da base cristã. E claro que a reforma é um marco histórico e a gente precisa lembrar isso para os dias atuais”, observou.

O vereador Cabo e Pastor Castilho parabenizou o vereador “Ninha” Fresneda pela autoria da lei municipal 4.062/2003. “É muito importante lembrar essa data, pois ela foi tão significativa para a história da humanidade”, comentou.

O vereador Israel Veloso, “Tutu”, disse que a criação da lei ajudou a demonstrar a importância da Reforma Protestante para os dias atuais. “A reforma nos trouxe liberdade de falar de Cristo em qualquer dia, hora ou lugar”, disse.

Já o prefeito Caio Aoqui destacou que a importância do ato solene em rememorar o legado de Martinho Lutero. “Temos a alegria de iniciar hoje, por meio desse ano, o Aviva Tupã, que faz parte do calendário de comemoração dos 90 anos de nossa cidade”, disse.

Para o presidente da Câmara Municipal de Tupã, Pastor Eliézer de Carvalho, a Reforma Protestante do século XVI, liderada por Martinho Lutero, provocou uma série de transformações na área econômica, educacional e religiosa. “Essa é uma data histórica que precisa ser relembrada devido a sua importância”, destacou.

 


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email