Telma Tulim deixa liderança do prefeito Waldemir na Câmara

A vereadora Telma Tulim (PSDB) oficializou na sessão da última segunda, na tribuna da Câmara, sua saída da liderança do governo municipal. O motivo, segundo ela, foi a falta de diálogo com a administração. “Continuo vereadora pelo PSDB e continuo apoiando

Publicado em: 19 de maio de 2009

A vereadora Telma Tulim (PSDB) oficializou na sessão da última segunda, na tribuna da Câmara, sua saída da liderança do governo municipal. O motivo, segundo ela, foi a falta de diálogo com a administração. “Continuo vereadora pelo PSDB e continuo apoiando todos os projetos do prefeito Waldemir que sejam bons para nossa cidade e nossa população, mas não posso continuar na liderança do governo”, desabafou.

A crise teve início na sessão da Câmara do dia 11 de maio, onde a vereadora foi à tribuna falar sobre as alterações do trânsito e, equivocadamente, comentou que o projeto havia iniciado no governo do então prefeito Manoel Gaspar. A informação provocou polêmica.

“Não venho a esta tribuna mentir, nem inventar e muito menos colocar pessoas em situação difícil. O que eu falei foi o repasse de uma informação que recebi do gabinete do prefeito, de que este projeto teve início na gestão do ex-prefeito Gaspar”, esclareceu.

Para desfazer a polêmica, a vereadora buscou subsídios, e pelos jornais locais pôde constatar que desde 2003 a população já reclamava a necessidade de mudanças na sinalização de trânsito da cidade. Em 2004, por exemplo, o então prefeito Gaspar, em entrevista à imprensa, dizia que os recursos de R$ 1,2 milhões autorizados pelo DADE (Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias) seriam utilizados pelo próximo prefeito, já que as eleições ocorreriam em outubro daquele ano.

“Vimos que a questão do trânsito é uma preocupação antiga, não apenas do prefeito Waldemir, mas do ex-prefeito Gaspar também, pois havia muitas reclamações de acidentes na cidade”, observou.

Dra. Telma concluiu que o ex-prefeito Gaspar buscou recursos para melhorias no trânsito, mas eles só chegaram em 2005. “Por isso que o projeto da sinalização urbana da nossa cidade, da forma como foi pensado, estruturado e de como está sendo aplicado é efetivamente do prefeito Waldemir. Houve esse desgaste, essa dificuldade de diálogo, mas volto a dizer que a informação que passei semana passada de que o projeto do trânsito começou no governo Gaspar em verdade não é. Ele esteve sim preocupado com a questão, foi em busca de recursos, mas quando o dinheiro chegou, Gaspar já não era mais o prefeito”, informou.

A vereadora disse que a dificuldade de diálogo com a administração, agravada pela distorção de informações, provocaram seu desligamento da função de líder. “Tenho um nome a zelar, uma reputação e um cargo que conquistei estudando e trabalhando. Por isso, não admito que essa história seja tratada da forma como foi”.

Andréia Simões
Assessoria da Câmara Municipal


Publicado por: Andréia Simões

Cadastre-se e receba notícias em seu email